Tempestades devem atingir o Brasil - Mercado do Cacau
Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

Tempestades devem atingir o Brasil

Tempestades devem atingir o Brasil

Entenda como Intensificação de uma região de baixa pressão sobre o Paraguai pode favorecer as condições para formação de nuvens de tempestade

Nesta quinta-feira (14/10) o destaque fica para a intensificação de uma região de baixa pressão sobre o Paraguai que em conjunto com os Jatos de Baixos Níveis - a corrente de vento quente e úmido proveniente da região amazônica - favorece as condições para formação de nuvens de tempestade. Essas tempestades poderão atingir o sul do centro-oeste e metade oeste da região sul, ocasionando episódios de tempo severo acompanhados de queda de granizo e altos volumes de chuva. Já na parcela mais central do Brasil, a previsão também indica chuvas, mas sem condições para tempo adverso.

Região Norte
As projeções indicam uma diminuição dos volumes de chuvas para esta quinta-feira em boa parte da região norte. Particularmente sobre o AC, RO, AM, norte do PA e AP as chuvas terão uma distribuição bastante esparsa e com volumes inferiores aos 10 mm na soma diária. No entanto, ao sul e leste do PA e TO, a tendência mostra que as instabilidades serão bem distribuídas, com chuvas a qualquer momento do dia e os acumulados poderão se aproximar dos 30 mm pontualmente.

Região Nordeste
A proximidade com as instabilidades da região norte garante as condições para chuvas no sul do MA, PI e oeste da BA. Inclusive as chuvas ao sul do MA poderão ser localmente fortes e gerar acumulados na ordem dos 20 mm no decorrer do dia. As chuvas na parcela sul da BA, diminuem de intensidade e em volumes previstos em relação ao dia anterior. Sobre o leste do nordeste, com os ventos oceânicos mais intensos, a umidade consegue avançar até o sul do CE, o que poderá ocasionar pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas sobre a região.

Região Centro-Oeste
Uma região de baixa pressão sobre o Paraguai e o forte suporte do ar quente e úmido da região amazônica em direção ao sul, são ingredientes propícios para a formação de fortes temporais ao sul do MS. Esses temporais poderão ocorrer na forma de tempestade, ocasionando episódios de tempo severo, como queda de granizo generalizado, altos volumes de chuva, vendavais e muita atividade de raios. Os volumes previstos superam a marca dos 80 mm na fronteira sul do MS. As chuvas também ocorrem nas demais áreas do centro-oeste, porém, de forma menos intensa. No leste do MT os volumes poderão se aproximar dos 15 mm, ao passo que no DF as projeções indicam chuvas na ordem dos 10 mm. E mesmo com as chuvas, o calor continua intenso na região do Pantanal.

Região Sudeste
De maneira geral, as chuvas poderão ocorrer em todas as áreas da região sudeste, porém a distribuição dessas chuvas será de maneira bastante irregular. As projeções indicam que os maiores volumes irão ocorrer no noroeste de MG. Já no sul de MG e norte de SP, existe uma pequena sinalização de que as chuvas poderão ser acompanhadas de granizo, mas sem provocar volumes expressivos. Sobre o RJ e ES, há possibilidade de chuvas, de forma isolada e pontual.

Região Sul
A influência da região de baixa pressão sobre o Paraguai em conjunto com o forte suporte de ar quente e úmido proveniente da região amazônica, são fatores que contribuem para um ambiente de elevados índices de instabilidade. Essas instabilidades poderão ser na forma de tempestades com características de tempo severo, acompanhadas de vendavais, queda de granizo e muita atividade de raios. As regiões com as maiores condições para o registro destes eventos ficam no sudeste do PR, oeste de SC e parcela central e oeste do RS. Os maiores acumulados estão previstos para o oeste do PR onde poderão ultrapassar a marca dos 40 mm no decorrer do dia. Contudo, sobre toda a região sul, há previsão de chuvas. Fonte: Agrolink

Deixe seu comentário para Tempestades devem atingir o Brasil

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE POST! Deixe agora o Seu Comentário :)
Avalie Este Conteúdo: 1 2 3 4 5
[Aguarde, Buscando Dados!]
Notícias Relacionadas

Publicidade

Vídeos

Vídeos