CACAU - SEMANAL 05/04/2021 Mercado de Futuros - Mercado do Cacau
Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

CACAU - SEMANAL 05/04/2021 Mercado de Futuros

Por Caio Santos - Operador de commodities agricolas da Stone X 

Os preços do cacau terminaram março com -8,7% de queda, recuando -2,7% na última semana do mês. No primeiro trimestre de 2021, NY segundo contrato recuou -5%.

Os principais drivers para o primeiro trimestre do ano - segundo para a safra 20/21 - foram a manutenção das medidas de restrição da pandemia e o avanço das colheitas da África Ocidental, favorecidas pelo bom tempo durante os últimos três meses. As chegadas de cacau aos portos da Costa do Marfim, maior produtor, atingiram 1,660 milhões de toneladas em 4 de abril desde o início da temporada 20/21 em 1 de outubro, marcando +1,6% em relação ai mesmo período da temporada passada. Em Gana, até 1 de março, foram entregues cerca de 750 mil toneladas, ~11% acima do mesmo período da safra anterior.

Na América do Sul, os dois principais produtores apresentam resultados mistos. Enquanto o Equador permanece 13% à frente da produção do ano passado - até finais de fevereiro - o Brasil produziu 30% menos cacau até finais de março, em comparação com o ano anterior. A principal causa da redução da produção no Brasil foi o clima desfavorável durante o final de 2020.

A demanda continua relativamente fraca, uma vez que as restrições pandémicas seguem em curso. As expectativas em relação aos números de moagem do primeiro trimestre, que deverão ser divulgados este mês, apontam para um declínio de 2,3% no comparativo com a moagem do 1T20.

As perspectivas de uma ampla oferta de cacau mantêm o viés mais baixista para as cotações. Ainda projetamos que o excedente global de 20/21 cacau será de cerca de +140.000 MT a partir de +19.000 MT em 19/20. A StoneX também projeta que a produção global de cacau 20/21 aumentará +4,7% a/a para 4,9 MMT especialmente devido à boa produção na Costa do Marfim e em Gana.

Ao longo dos ciclos que apresentaram superávit relevante (acima de 50 mil tons), o preço médio do terceiro trimestre do ano agrícola acaba geralmente 5-10% mais baixo em comparação com o segundo. Ao terminarmos o segundo trimestre de 20/21 com preços médios em NY por volta de 2470, podíamos esperar preços médios entre 2346-2223 neste trimestre, se o mesmo padrão histórico for seguido. Como os EUA permanecem na frente da recuperação económica global, a apreciação do dólar pode dar uma pressão adicional sobre os preços do cacau durante este movimento.

O ritmo de declínio da posição comprada líquida dos fundos especuladores acelerou durante a semana passada. As posições compradas se contraíram, e as apostas vendidas aumentaram, provocando recuo mais acelerado nos preços e maiores volumes negociados em comparação com a semana anterior. A posição líquida combinada da categoria caiu 19.750 lotes para 69.350 lotes. A posição bruta comprada recuou 10.245 lotes enquanto a posição vendida bruta aumentou 9505 lotes - a maior mudança foi em NY.

Deixe seu Comentário em CACAU - SEMANAL 05/04/2021 Mercado de Futuros:

Sua participação é muito importante para nós!

Colunas Relacionadas

Publicidade

Vídeos

Vídeos