CACAU - SEMANAL 26/04/2021 Mercado de Futuros - Mercado do Cacau
Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

CACAU - SEMANAL 26/04/2021 Mercado de Futuros

Por Caio Santos - Operador de commodities agricolas da Stone X 

O contrato de Jul’21 em NY encerrou os negócios moderadamente mais alto nessa segunda, recuperando parte do terreno perdido da queda da semana passada, encontrando suporte do movimento do Dollar Index, que caiu para a mínima de 7 semanas hoje. Durante a semana passada, o cacau de julho registrou queda de US$ 14, ou 0,6%, que foi seu quinto resultado semanal negativo nas últimas 6 semanas.

O cacau continua encontrando apoio no otimismo sobre a demanda global de chocolate. O CEO da Barry Callebaut, o maior fabricante mundial de produtos de cacau e chocolate, disse na semana passada que ele vê uma recuperação muito forte na demanda de chocolate na maior parte da Ásia com uma recuperação "notável" na China e um desempenho "impressionante" na Índia.

As perspectivas para as safras na África Ocidental têm mantido os preços pressionados no mercado spot e provocado a venda dos futuros por parte dos fundos. Os produtores de cacau da Costa do Marfim e de Gana estão relatando condições favoráveis de cultivo e anteveem boas condições para a colheita da safra que acaba de começar.

O tom mais baixista que tem permeado os negócios também tem sido alimentado pela percepção de menor cobertura dos produtores este ano, o que levou os especuladores a vender à frente desses agentes este mês. O relatório COT da semana passada mostra que a posição líquida longa dos especuladores caiu mais 12.720 lotes até terça-feira, para 33.820 lotes.  A posição bruta comprada contraiu 7875 lotes enquanto a posição bruta vendida aumentou 4845 lotes.

As entregas de cacau nos portos da Costa do Marfim atingiram 1,846 milhões de toneladas em 25 de abril desde o início da temporada em 1º de outubro, 7,5% acima dos 1,718 milhões de toneladas no mesmo período da temporada passada. Cerca de 27.000 toneladas de amêndoas foram entregues no porto de Abidjan e 36.000 toneladas em San Pedro entre 19 e 25 de abril para um total de 63.000 toneladas, contra 23.000 toneladas durante a mesma semana da temporada passada. As exportações de cacau da Nigéria em março foram 127% acima do total do ano passado e 93% acima do total de fevereiro. As exportações do Equador de 1º de outubro até o final de março totalizaram 204.294 toneladas, o que é 28.529 toneladas a mais (mais 16%) do que o volume do ano passado. Chuvas moderadas a fortes ocorreram em toda a África Ocidental no último fim de semana. Espera-se que estas condições úmidas persistam durante os próximos cinco dias.

Apesar da ampla oferta agora, as perspectivas para o final do ano começam a apontar para um cenário diferente, já que novas projeções de um déficit na safra 21-22 começam a aparecer. O banco Rabobank emitiu um relatório esperando um déficit de 8 mil toneladas, devido ao clima seco na África Ocidental e à perspectiva de aumento da demanda.

O contrato de Jul’21 do NY têm se mantido marginalmente acima de sua média móvel de 20 dias desde a semana passada. O volume de negócios foi baixo nos últimos dias (abaixo de 30 mil contratos) desde então. Enxergamos suporte na região de 2427 e resistência contra 2474 no curto prazo.

Deixe seu Comentário em CACAU - SEMANAL 26/04/2021 Mercado de Futuros:

Sua participação é muito importante para nós!

Colunas Relacionadas

Publicidade

Vídeos

Vídeos